Preços nas alturas

Zona do Euro: taxa anual de inflação ao consumidor atinge recorde de 7,4% em março

CPI superou o recorde anterior, de 5,9% registrado em fevereiro, e intensifica pressões para que o BCE aperte sua política monetária

Por  Estadão Conteúdo -

A taxa anual de inflação ao consumidor da zona do euro atingiu a máxima histórica de 7,4% em março, superando o recorde anterior de 5,9% registrado em fevereiro, segundo dados finais divulgados nesta quinta-feira (21).

Mas o resultado de março do CPI (sigla em inglês para o indicador), ficou um pouco abaixo da leitura preliminar e da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 7,5% em ambos os casos.

O CPI recorde, divulgado pela Eurostat (agência de estatísticas da União Europeia), intensifica pressões para que o BCE (Banco Central Europeu) aperte sua política monetária. A meta de inflação do BCE é de 2% ao ano.

Em meio aos impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia, a inflação da zona do euro avançou 2,4% apenas entre fevereiro e março, Mas o consenso do mercado era um pouco pior, de um aumento de 2,5%.

O núcleo do CPI do bloco europeu, que desconsidera os preços de energia e de alimentos (que são mais voláteis), teve ganho anual de 2,9% em março, também um pouco menor do que a estimativa prévia (que foi de 3%).

Em relação a fevereiro, o núcleo do índice avançou 1,2%.

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

Compartilhe