Vendas nos shoppings crescem 10% em janeiro, na comparação anual, diz Abrasce

Valor médio gasto pelos consumidores nas lojas de shoppings fechou janeiro de 2022 em R$ 130,94, valor 16,4% superior ao de janeiro de 2021

Estadão Conteúdo

Publicidade

O mês de janeiro teve alta de 10% nas vendas dos shoppings em comparação com o mesmo período do ano passado. O maior avanço foi visto nas regiões Norte (27,1%) e Sudeste (11,7%), seguidas por Nordeste (8,7%), Sul (8,4%) e Centro-Oeste (5,5%). Os dados são do Índice Cielo de Varejo em Shopping Centers, divulgado nesta terça-feira pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

O valor médio gasto pelos consumidores nas lojas de shoppings fechou janeiro de 2022 em R$ 130,94, valor 16,4% superior aos R$ 112,46 de janeiro de 2021.

O estudo apontou que o fluxo de visitantes nos centros de compras em janeiro teve crescimento de 22,3% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O presidente da Abrasce, Glauco Humai, afirmou em nota que apesar das condições macroeconômicas adversas, o setor vem mostrando uma retomada gradual, especialmente a partir dos avanços da vacinação e normalização do funcionamento (horário e capacidade de ocupação).

Segundo ele, isso vem favorecendo o fluxo de visitantes e a recuperação das vendas.

“Fechamos 2021 com números bons e iniciamos 2022 com uma boa performance. Estimamos alcançar um crescimento nas vendas de 13,8% no ano. O aumento no fluxo de visitantes nos shoppings é um sinal positivo para o começo do ano”, afirmou o executivo.