Imunização

Vacinação contra Covid-19 começa às 10h de 20 de janeiro, dizem prefeitos

Informação foi postada pelo prefeito de Florianópolis no Twitter. Ministério da Saúde não confirmou horário ou data

arrow_forwardMais sobre
(REUTERS/Amanda Perobelli)

SÃO PAULO – Gean Loureiro (DEM), prefeito de Florianópolis, afirmou que a vacinação contra a Covid-19 começará às 10h de 20 de janeiro em todo o território nacional.

A informação teria sido dada por Eduardo Pazuello, ministro da Saúde, em reunião com prefeitos realizada nesta quinta-feira (14). Segundo Loureiro, o ministro também afirmou que as vacinas chegarão igualmente a todas as cidades brasileiras, sem priorização para capitais.

Em publicação no Twitter, o prefeito de Florianópolis confirmou que serão 8 milhões de doses distribuídas na semana que vem, algo que Pazuello já havia afirmado anteriormente.

Serão 2 milhões de doses do imunizante Oxford/AstraZeneca, produzido pela universidade e pela farmacêutica britânicas, e mais 6 milhões de doses da CoronaVac, vacina produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac e pelo Instituto Butantan.

A Frente Nacional dos Prefeitos detalhou ao portal G1 que serão mais 30 milhões de doses em fevereiro e outras 80 milhões delas em abril.

O portal afirma que a data de vacinação foi confirmada também pelas prefeituras de Cuiabá e Maringá. A reunião teria sido feita virtualmente entre Pazuello e mais de 130 prefeitos.

No ano, o prefeito de Florianópolis diz que serão 250 milhões de doses da Oxford/AstraZeneca, 100 milhões da CoronaVac e 50 milhões da Sputnik V, vacina produzida pelo laboratório russo Gamaleya.

Também estão no radar os imunizantes produzidos pelo laboratório americano Moderna e pela farmacêutica Johnson & Johnson, segundo Loureiro.

O InfoMoney entrou em contato com o Ministério da Saúde, que ainda não confirmou o horário ou a data.

PUBLICIDADE

PROCURA-SE: Profissionais de todas as formações estão migrando para uma das profissões mais bem remuneradas do mercado. Entenda como fazer o mesmo nesta série gratuita do InfoMoney!