Luta contra o Covid-19

Vacina chinesa contra o coronavírus apoiada por Glaxo mostra forte resposta em ensaio inicial

A vacina usa adjuvantes - agentes que aumentam a resposta da vacina - tanto da Glaxo quanto da Dynavax Technologies

(Getty Images)

(Bloomberg) — Um projeto de vacina contra a Covid-19 com o apoio da GlaxoSmithKline vai iniciar ensaios avançados após mostrar forte resposta imunológica nos primeiros estudos.

A chinesa Sichuan Clover Biopharmaceuticals disse que sua injeção induziu anticorpos neutralizantes e provou ser segura em um estudo com 150 voluntários adultos e idosos. A vacina usa adjuvantes – agentes que aumentam a resposta da vacina – tanto da Glaxo quanto da Dynavax Technologies.

A expectativa é que ensaios de estágio avançado com o adjuvante da Glaxo comecem neste mês, enquanto estudos com o sistema da Dynavax terão início no primeiro semestre de 2021, segundo comunicado divulgado na sexta-feira.

A vacina experimental está entre as dezenas de projetos globais em ensaios iniciais em relação aos estudos da Pfizer, Moderna e AstraZeneca, líderes na corrida. Esses projetos têm como base a expectativa de que o mundo precisará de várias vacinas para vencer o coronavírus.

A vacina da Clover mostrou estabilidade a longo prazo sob temperatura de refrigerador. Isso permitiria que fosse amplamente utilizada, inclusive em países em desenvolvimento, disse no comunicado Richard Hatchett, responsável pela Coalizão de Inovações em Preparação para Epidemias.

Um dos objetivos é disponibilizar centenas de milhões de doses da vacina globalmente por meio da iniciativa Covax, que visa distribuir imunizantes de forma equitativa, disse Hatchett.

É possível operar com apenas R$ 25? Analista mostra como fazer primeiro trade, bater metas de ganhos diários e controlar riscos. Inscreva-se de graça!