Imunização contra Covid-19

União Química espera autorização de uso emergencial da Sputnik V no Brasil na próxima semana

Diretor de negócios da internacionais afirma que a empresa espera trabalhar em um contrato até quarta-feira com o Ministério da Saúde

arrow_forwardMais sobre
Sputnik V, vacina russa contra a Covid-19 REUTERS/Agustin Marcarian
Sputnik V, vacina russa contra a Covid-19 (REUTERS/Agustin Marcarian)

BRASÍLIA – A farmacêutica brasileira União Química espera que a Anvisa aprove o uso emergencial no Brasil da vacina russa Sputnik V contra Covid-19 na próxima semana, disse o diretor de negócios internacionais da empresa, Rogério Rosso.

Ele afirmou à Reuters que a empresa espera trabalhar em um contrato até quarta-feira com o Ministério da Saúde para 10 milhões de doses iniciais importadas considerando o preço de referência de 10 dólares por dose.

O ministério, segundo Rosso, está interessado em comprar toda a produção da Sputnik V da empresa, planejada em 8 milhões de doses por mês a partir de abril, para o programa nacional de imunização do Brasil.

Profissão Broker: série do InfoMoney mostra como entrar para uma das profissões mais estimulantes e bem remuneradas do mercado financeiro em 2021. Clique aqui para assistir.