Vacinas

UE antecipa decisão sobre vacina da Pfizer para 21 de dezembro

A UE já assegurou a compra de 200 milhões de doses do imunizante, mas pode aumentar essa cifra para 300 milhões

(ANSA) – A agência de medicamentos da União Europeia (EMA) antecipou para 21 de dezembro a reunião emergencial que decidirá sobre a aprovação da vacina anti-Covid da empresa alemã Biontech e da multinacional americana Pfizer, que já está em uso no Reino Unido, nos EUA e no Canadá.

De acordo com comunicado divulgado nesta terça-feira (15), o comitê de medicamentos para uso humano (CHMP) da EMA recebeu na última segunda (14) dados adicionais que haviam sido solicitados aos laboratórios e decidiu agendar uma reunião para 21 de dezembro.

Inicialmente, a previsão da agência era de dar uma resposta sobre a vacina da Biontech/Pfizer no dia 29 deste mês. Segundo a EMA, essa reunião também será realizada, caso seja necessário.

“O CHMP vai concluir sua avaliação o quanto antes e uma vez que os dados de qualidade, segurança e eficácia sejam suficientemente robustos e completos para determinar se os benefícios da vacina superam seus riscos”, diz o comunicado.

Após o comitê recomendar a autorização do imunizante, a palavra passa à Comissão Europeia, poder Executivo da UE. A expectativa é de que a aprovação final de Bruxelas seja confirmada dois dias após o parecer da EMA.

Pressões

A antecipação da reunião chega em meio às pressões na União Europeia para a EMA acelerar a aprovação da vacina, a primeira em uso no Ocidente para conter a pandemia do novo coronavírus.

O Reino Unido iniciou seu programa de imunização no último dia 8, enquanto EUA e Canadá começaram em 14 de dezembro, mas os países da UE, até o momento, planejam dar o pontapé de partida na campanha de vacinação apenas em janeiro.

“Todos os dados da Biontech estão disponíveis, Reino Unido e Estados Unidos já deram sua aprovação. A revisão dos dados e a aprovação da EMA precisam ocorrer o quanto antes”, disse o ministro alemão da Saúde, Jens Spahn, no último domingo (13).

Já o ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, afirmou nesta terça que deseja que a EMA “possa aprovar a vacina Biontech/Pfizer de forma antecipada em relação ao prazo previsto, respeitando todos os procedimentos de segurança”.

PUBLICIDADE

A UE já assegurou a compra de 200 milhões de doses do imunizante, mas pode aumentar essa cifra para 300 milhões. A vacina usa a inovadora tecnologia de RNA mensageiro (mRNA), uma sequência genética sintética que codifica a proteína spike, espécie de “casca” utilizada pelo coronavírus Sars-CoV-2 para atacar as células humanas.

Ao entrar no organismo, esse mRNA instrui as células a produzirem a proteína, que será reconhecida como agente invasor pelo sistema imunológico e combatida com anticorpos que, mais tarde, servirão para enfrentar uma eventual infecção pelo novo coronavírus.

Esse imunizante, no entanto, precisa ser mantido a -70°C para garantir sua eficácia de 95%. A Biontech e a Pfizer já informaram que trabalham em uma “segunda geração” da vacina que possa ser conservada em temperaturas normais de refrigeração.

Vacinação simultânea

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirmou que todos os 27 países do bloco começarão a vacinar sua população “no mesmo dia”, assim que uma vacina for aprovada pelo órgão regulador europeu.

“Cada dia importa. Trabalhamos a toda velocidade para autorizar as vacinas que são seguras e efetivas”, disse Von der Leyen em uma rede social. “É muito bom que a AEM tenha adiantado a reunião para discutir a vacina da Pfizer/BioNTech antes do Natal. Provavelmente os primeiros europeus serão vacinados antes do fim de 2020”, disse a presidente do Conselho Europeu.

Von der Leyen reforçou para os deputados europeus que a vacina da Pfizer e BioNTech é apenas uma da seis que já foram contratadas pela União Europeia. Além da Pfizer, o bloco comprou os imunizantes da AstraZeneca, CureVac, Johnson & Johnson, Moderna e Sanofi-GlaxoSmithKline.

*(com Ansa)

Quer receber aluguel sem ter imóvel? Thomaz Merluzzi, estrategista de Fundos Imobiliários da XP, oferece treinamento gratuito para quem busca uma fonte de renda passiva – inscreva-se já!

PUBLICIDADE