Com pressão política

Turquia: BC mantém juro em 14% pela 7ª vez seguida, apesar da inflação disparada

Nos últimos meses, o presidente da Turquia, Recep Erdogan, vem pressionando o BC local a não aumentar juros, apesar do salto nos preços

Por  Estadão Conteúdo -

O Banco Central da Turquia manteve sua taxa básica de juros em 14% pelo sétimo mês consecutivo, após reunião de política monetária nesta quinta-feira, 21, embora a inflação doméstica esteja no maior patamar em quase 25 anos.

Nos últimos meses, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, vem pressionando o BC local a não aumentar juros, apesar do salto nos preços.

Repetindo comunicados anteriores, o BC turco segue avaliando que a “a escalada de riscos geopolíticos” enfraqueceu a atividade econômica global e impulsionou os preços, sem fazer menção direta à guerra da Rússia na Ucrânia.

O BC turco também citou a revisão para baixo nas projeções de crescimento econômico e que a probabilidade de uma recessão aumentou. Em junho, a taxa anual de inflação ao consumidor da Turquia atingiu 78,62%, o maior nível desde 1998.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe