Após confirmação do resultado

Trump diz que haverá uma “transição ordeira” de poder para Biden

"Embora eu discorde totalmente com o resultado da eleição e os fatos me confirmem, haverá uma transição ordeira em 20 de janeiro", disse Trump em comunicado

(Chip Somodevilla/Getty Images)

Após a confirmação formal da vitória do Colégio Eleitoral do presidente eleito Joe Biden, Donald Trump disse em comunicado nesta quinta-feira (7) que a decisão “representa o fim do maior primeiro mandato da história presidencial”,  mas prometendo uma “transição ordeira”.

“Embora eu discorde totalmente com o resultado da eleição e os fatos me confirmem, haverá uma transição ordeira em 20 de janeiro”, disse Trump em um comunicado.

“Eu sempre disse que continuaríamos nossa luta para garantir que apenas os votos legais fossem contados. Embora isso represente o fim do maior primeiro mandato da história presidencial, é apenas o começo de nossa luta para tornar a América Grande Novamente”, disse Trump, repetindo as falsas alegações sobre a eleição que incitaram uma multidão a invadir o Capitólio na tarde da última quarta-feira (6).

Após um longo atraso por conta da invasão por manifestantes pró-Donald Trump, o Congresso dos Estados Unidos certificou nesta quinta a eleição do democrata Joe Biden como o 46º presidente do país. Ele tomará posse no dia 20 de janeiro.

Em uma sessão conjunta da Câmara dos Representantes e do Senado, os parlamentares americanos confirmaram por volta das 5h30 (horário de Brasília, 3h30 de Nova York) o resultado que já havia sido definido pelo Colégio Eleitoral em dezembro, em que Biden venceu com 306 delegados, contra 232 de Trump.

Quer migrar para uma das profissões mais bem remuneradas do país e ter a chance de trabalhar na rede da XP Inc.? Clique aqui e assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro!