Sanções

Swift desconectará entidades russas assim que receber instruções legais para isso

Entidade lamenta “trágicas consequências humanas” da invasão da Ucrânia e diz que continuará a apoiar “estabilidade econômica” no sistema financeiro global

Por  Estadão Conteúdo -

A Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais (Swift, na sigla em inglês) divulgou comunicado nesta terça-feira (1) no qual declara estar em contato com autoridades para entender quais entidades russas estariam sujeitas a medidas de restrição aos seus serviços. Ainda, afirma que a desconexão dessas entidades será feita “assim que recebermos instruções legais” para isso.

“Estamos cientes da declaração conjunta de líderes da Comissão Europeia, França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Canadá e Estados Unidos, que expressa sua intenção de implementar novas medidas para restringir o acesso de bancos russos selecionados aos nossos serviços de mensagens financeiras. As decisões diplomáticas levaram a Swift aos esforços para acabar com esta crise, e sempre cumpriremos as leis de sanções aplicáveis”, descreve o comunicado.

A Swift também lamenta as “trágicas consequências humanas” da invasão da Ucrânia pela Rússia e destaca que continuará a apoiar “a estabilidade econômica, a resiliência e a prosperidade em todo o sistema financeiro global, para apoiar a resolução e a recuperação de longo prazo”.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe