Covid-19

Reino Unido impõe restrições mais duras para conter cepa mais infecciosa do coronavírus

As pessoas serão obrigadas a ficar em casa, exceto por motivos essenciais, como trabalho, e o varejo não essencial será fechado

arrow_forwardMais sobre

LONDRES – O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, impôs neste sábado uma série de medidas mais rígidas contra o coronavírus a milhões de pessoas na Inglaterra e reduziu drasticamente os planos de flexibilização durante o Natal, em busca de tentar conter uma variente mais infecciosa do vírus.

Com o número médio de casos em alta na Inglaterra por causa de uma nova cepa mais contagiosa descoberta no Reino Unido, Johnson disse que o governo precisa tomar ações urgentes.

“Eu sei quanta emoção as pessoas investem nesta época do ano… Eu sei como isso será decepcionante”, afirmou Johnson em entrevista coletiva. “Não há alternativa para mim.”

Londres e o sudeste da Inglaterra – que somam cerca de um terço da população inglesa – estão atualmente no nível mais alto de um sistema de regras de três níveis e agora serão colocados em um novo nível 4.

As pessoas serão obrigadas a ficar em casa, exceto por motivos essenciais, como trabalho, e o varejo não essencial será fechado, assim como o lazer e o entretenimento internos. A reunião social será limitada a encontrar uma outra pessoa em um espaço ao ar livre.

Johnson disse nesta sexta-feira que esperava que a Inglaterra não precisasse de um terceiro lockdown depois do Natal. Ele também havia resistido aos apelos para mudar os planos de aliviar as restrições por cinco dias durante o período festivo e permitir que três famílias se reunissem dentro de casa. Ele declarou na quarta-feira que seria “francamente desumano” proibir o Natal.

No entanto, aqueles que agora estão no nível 4 não poderão se misturar com outros no Natal. E todos os outros só terão permissão para ver amigos e familiares por um dia.

As novas regras entrarão em vigor a partir da meia-noite de sábado.

Como outros países da Europa, o Reino Unido está com dificuldades para conter o vírus. A ação de Johnson ocorre após preocupação com um aumento de casos, desencadeado pela nova cepa infecciosa do vírus – VUI202012/01.

PUBLICIDADE

O diretor médico da Inglaterra, Chris Whitty, disse que, embora não haja evidências no momento de que a variante do novo coronavírus tenha causado uma taxa de mortalidade mais alta ou impactado as vacinas, um trabalho urgente está em andamento para confirmar isso.

“Alertamos a Organização Mundial da Saúde e continuamos analisando os dados disponíveis para melhorar nosso entendimento”, afirmou Whitty em um comunicado.

O Reino Unido registrou 28.507 novos casos de Covid-19 na sexta-feira e 489 mortes, com o número de reprodução “R” estimado entre 1,1 e 1,2, o que significa que o número de casos está aumentando rapidamente.

Quer receber aluguel sem ter imóvel? Thomaz Merluzzi, estrategista de Fundos Imobiliários da XP, oferece treinamento gratuito para quem busca uma fonte de renda passiva – inscreva-se já!