Prognóstico pessimista

Recessão global deve ser a pior desde a depressão, diz FMI

No caso da economia brasileira, o FMI prevê retração de 5,3% neste ano

arrow_forwardMais sobre
Foto conceitual do COVID-19 (novo coronavírus) e globo terrestre, feita em estúdio
(CADU ROLIM / FOTOARENA / ESTADÃO CONTEÚDO)
Aprenda a investir na bolsa

(Bloomberg) — O Fundo Monetário Internacional previu que a recessão do “Grande Bloqueio” seria a mais acentuada em quase um século e alertou que a retração e a recuperação da economia mundial podem ser piores do que o previsto se o coronavírus persistir ou retornar.

Em seu primeiro relatório “World Economic Outlook” desde a propagação do coronavírus e o subsequente congelamento das principais economias, o FMI estimou na terça-feira que o PIB global deve encolher 3% neste ano.

A queda se compara à projeção de expansão de 3,3% feita em janeiro e, provavelmente, marcaria a retração mais profunda desde a Grande Depressão. Também superaria retração de 0,1% de 2009 em meio à crise financeira.

Aprenda a investir na bolsa

Embora o Fundo projete crescimento de 5,8% no próximo ano, o que seria o resultado mais forte já registrado desde 1980, a instituição alertou que os riscos são de retração. Depende muito da duração da pandemia, seu efeito na atividade e pressões nos mercados financeiro e de commodities, segundo o FMI.

No caso da economia brasileira, o FMI prevê retração de 5,3% neste ano. No relatório de janeiro, a previsão era de expansão de 2,2%.

Para 2021, o FMI estima crescimento do PIB de 2,9%. A estimativa anterior para 2021 era 2,3%.