Economia

Prévia do PIB: IBC-BR sobe 0,95% no ano até outubro, sem ajuste, afirma BC

O índice do BC registrou alta de 0,74% no acumulado do trimestre entre agosto e outubro de 2019

arrow_forwardMais sobre
(Shutterstock)

O Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br) acumulou alta de 0,95% no ano até outubro, informou nesta sexta-feira, 13, o Banco Central (BC). O porcentual diz respeito à série sem ajustes sazonais. Pela mesma série, o IBC-Br apresenta alta de 0,96% nos 12 meses encerrados em outubro.

O índice do BC registrou alta de 0,74% no acumulado do trimestre entre agosto e outubro de 2019, na comparação com o trimestre imediatamente anterior (maio a julho), pela série ajustada.

O Banco Central informou ainda que o IBC-Br acumulou alta de 1,16% no trimestre de agosto a outubro ante o mesmo período do ano passado, pela série sem ajustes sazonais.

PUBLICIDADE

Revisões

O Banco Central revisou dados do IBC-Br na margem, na série com ajuste. Com isso, o dado de setembro passou de +0,44% para +0,48%.

O índice de agosto foi de +0,22% para +0,35%, enquanto o IBC-Br de julho passou de zero para -0,11%.

No caso de junho, o índice foi de +0,33% para +0,25%. O dado de maio passou de +1,20% para +1,11% e o de abril foi de -0,48% para -0,40%. Em relação a março, o BC substituiu a taxa de -0,31% pela de -0,25%.

O IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses. A previsão oficial do BC para a atividade doméstica em 2019 é de avanço de 0,9%.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta gratuita na XP!