Educação

Prefeitura de São Paulo autoriza volta às aulas em novembro, mas apenas para alunos do Ensino Médio

Decisão sobre retorno às aulas presenciais de alunos dos ensinos Fundamental e Infantil ficou para 17 de novembro

Escola, sala de aula
Escola, sala de aula
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Prefeitura de São Paulo anunciou, nesta quinta-feira (22), que vai autorizar o retorno dos alunos do Ensino Médio às escolas a partir do dia 3 de novembro. Mas a volta às aulas presenciais para os estudantes dos ensinos Fundamental e Infantil será decidida apenas no dia 17 de novembro.

A decisão envolve alunos das redes pública e privada e as escolas que retomarem as atividades devem seguir as medidas sanitárias já definidas previamente pela prefeitura.

Segundo a prefeitura, a decisão de permitir apenas o retorno de alunos do Ensino Médio foi motivada pelo resultado de um novo inquérito sorológico que mostrou que 70% dos estudantes que testaram positivo para Covid-19 estavam assintomáticos, além de 7% dos professores.

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, também houve baixa adesão ao censo escolar, iniciado em 1° de outubro, que busca identificar qual parcela da comunidade escolar já contraiu o coronavírus. Apenas 65.400 alunos e professores da rede municipal foram testados de forma voluntária – dos quais 13,2% já contraíram a Covid -, mas o objetivo é testar 779 mil.

O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, disse que, a despeito dos dados mencionados, o retorno dos alunos do Ensino Médio foi permitido porque a maioria deles já tem descontinuado as medidas de quarentena.

“A faixa etária do ensino médio, de 14 a 19 anos, já é uma população que está circulando na cidade”, argumentou. “Por isso, não teria tanto impacto na transmissibilidade de novos casos no município.”

Segundo o prefeito Bruno Covas, os alunos do Ensino Médio serão submetidos a uma prova, para aferir o conteúdo assimilado durante o período de aulas remotas.

A partir do resultado dessa avaliação, que não tem caráter punitivo, montaremos um programa especial de reforço e recuperação das aprendizagens, assim como faremos com o calendário escolar para o ano de 2021″, detalhou Bruno Caetano, secretário de educação da prefeitura de São Paulo.

“Vamos chamar para dentro da sala de aula apenas os professores que já estão imunizados, de acordo com censo”, acrescentou Covas.

PUBLICIDADE

Covas ressaltou também que, como 25% dos alunos declararam conviver com idosos, a decisão de voltar ou não às salas de aula – entre os alunos que já poderão retornar em novembro – será dos próprios estudantes, junto aos pais e responsáveis.

“Essa autorização para o retorno é para as três redes: a rede municipal, a rede estadual e a rede privada. Ela é voluntária para os pais, de acordo com a decisão já do Conselho Nacional de Educação, e ela deve seguir os protocolos sanitários já estabelecidos”, acrescentou o prefeito.

Caetano também explicou que as escolas públicas municipais que não oferecem qualquer atividade extracurricular ainda podem aderir ao programa. Vale ressaltar que a capital liberou esse tipo de atividades nas escolas no dia 7 de outubro.

“Aquelas escolas públicas municipais que querem oferecer atividades extracurriculares e que ainda não aderiram ao programa das atividades, poderão fazer a sua inscrição até o dia 28 de outubro para o retorno no dia 3 de novembro”, anunciou o secretário.

“Daremos uma atenção especial nessas atividades extracurriculares ao nono ano do ensino fundamental por uma razão pedagógica. Esses estudantes, esses adolescentes no próximo ano mudarão de ciclo, passarão para o Ensino Médio e, portanto, nós vamos estimular a realização de atividades extracurriculares especialmente para esse seguimento”, informou Caetano.

De acordo com boletim epidemiológico dessa quarta-feira (21), a capital paulista já soma 352.953 casos confirmados de covid-19. Além disso, 13.358 pacientes infectados pelo novo coronavírus morreram e 462.961 casos estão sob investigação.

(Com Agência Brasil)

Newsletter InfoMoney Receba as notícias mais relevantes do mercado no seu email.
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:[/newsletter-signup

PUBLICIDADE