Casos de coronavírus em alta

PMI de serviços dos EUA cai ao menor nível em 18 meses, diz IHS Markit

Economista na IHS Markit comenta que o número crescente de casos de coronavírus levaram a economia americana próxima a uma paralisação

Por  Estadão Conteúdo -

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de serviço nos Estados Unidos recuou de 57,6 em dezembro para 50,9 em janeiro, na leitura preliminar do dado, feita pelo IHS Markit. O indicador ficou no menor nível dos últimos 18 meses.

O PMI industrial, por sua vez, caiu de 57,7 em dezembro a 55,0 em janeiro, na mínima de 15 meses. Já o PMI composto recuou de 57,0 a 50,8 no mesmo período, no menor nível em 18 meses. A leitura acima da marca de 50 significa que a atividade econômica dos EUA ainda segue em expansão, mesmo que em ritmo mais fraco.

Economista-chefe de negócios na IHS Markit, Chris Williamson comenta que o número crescente de casos de coronavírus levaram a economia americana próxima a uma paralisação, agravando os atrasos na cadeia de suprimentos e escassez de funcionários.

Ele aponta que a produção foi “muito mais” afetada pela variante Ômicron do que a demanda nos EUA, o que sugere que o crescimento deve aumentar assim que as restrições impostas para controlar o avanço do vírus sejam relaxadas.

Williamson destaca que a taxa geral de deterioração na cadeia de ofertas diminuiu em relação ao semestre passado, o que leva a um otimismo na manufatura ao longo deste ano. “Apesar do levantamento sinalizar um início de ano decepcionante, há alguns sinais animadores para as perspectivas de curto prazo”, afirma.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe