Dados da Ásia

PMI composto da China cai de 50,1 em fevereiro para 43,9 em março

A leitura refletiu perda de fôlego tanto na atividade industrial quanto em serviços

Por  Estadão Conteúdo -

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da China recuou a 43,9 em março, ante 50,1 em fevereiro, de acordo com pesquisa divulgada pela S&P Global e a Caixin Media.

A leitura refletiu perda de fôlego tanto na atividade industrial quanto em serviços. Divulgado no mesmo levantamento, o PMI de serviços caiu de 50,2 em fevereiro para 42,0 em março. A taxa de redução mais acentuada desde o início da pandemia, em fevereiro de 2020.

O recuo foi puxado, principalmente, pelo recente aumento de casos da covid-19 na China, seguido por restrições para limitar a propagação do vírus que interromperam operações, segundo companhias consultadas pela pesquisa. A queda da mobilidade foi frequentemente atribuída a um menor número de clientes e condições de demanda mais brandas.

A guerra na Ucrânia também pesou no indicador, levando a confiança nos negócios ao nível mais baixo em pouco mais de 18 meses.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe
Mais sobre