PanAgora Asset

Pioneira em investimento quant vê pouca chance de vacina em 2020

Descobertas podem decepcionar os que acreditam que uma vacina no curto prazo impulsionará os mercados

Aprenda a investir na bolsa

(Bloomberg) — Investidores podem ter que esperar até 2021 para que uma vacina contra o Covid-19 esteja disponível, de acordo com a pioneira em investimentos quantitativos PanAgora Asset Management.

A gestora sistemática de ativos, com sede em Boston, tem usado sua capacidade de analisar grandes quantidades de dados de pesquisas médicas para inferir se algum dos aproximadamente 60 estudos em andamento atualmente conseguirá produzir uma vacina bem-sucedida, disse George Mussalli, diretor de investimentos e chefe de pesquisa de renda variável da PanAgora. As descobertas podem decepcionar os que acreditam que uma vacina no curto prazo impulsionará os mercados.

“Não parece muito promissor, com base nos dados de hoje, que haverá uma vacina em qualquer momento neste ano”, disse em entrevista na sexta-feira. No entanto, Mussalli vê avanços antes do fim de 2020. “Descobrimos que há uma chance muito boa de que, no outono ou no final deste ano, médicos tenham um kit de ferramentas para tratar pacientes.”

Aprenda a investir na bolsa

Os mercados se recuperam à medida que países tomam medidas para tentar reabrir as economias e o número de novos casos de Covid-19 diminui. O rali das últimas semanas foi impulsionado por anúncios de grandes injeções de liquidez por governos e bancos centrais, e estimulado pela esperança de que tratamentos eficazes de medicamentos estarão disponíveis em breve. Ainda assim, pode levar meses até que uma vacina esteja disponível.

A empresa, que administra cerca de US$ 30 bilhões, investiu muito para criar modelos específicos de setores após a crise do subprime, que ilustrou como depender de empresas financeiras listadas e preços de mercado apenas do setor bancário poderia terminar em lágrimas, disse Mussalli.

Agora, seu modelo do setor de biotecnologia permite avaliar a probabilidade de que algum dos inúmeros testes de medicamentos atualmente em andamento encontre um tratamento ou vacina eficaz para o Covid-19, disse.

A natureza sem precedentes dos confinamentos implementados pelos países para impedir a propagação do vírus parece estar em desacordo com as técnicas de aprendizado de máquina que dependem da análise de resmas de dados passados.

Mas essas ferramentas podem ser usadas para avaliar o sucesso dos testes em andamento em relação aos realizados no passado, sobre os quais há muitas informações, disse Richard Tan, responsável pela seleção de ações para investimentos em renda variável da PanAgora.

Quer viver do mercado financeiro ou ter renda extra? Experimente de graça o curso do Wilson Neto, um dos melhores scalpers do Brasil

PUBLICIDADE