PIB do 1° tri coloca o Brasil no 4° lugar de ranking global de crescimento, diz Austin Rating

Relação no trimestre é liderada por Hong Kong (5,3%), seguido por Polônia (3,8%) e China (2,2%); em valor, Brasil está 10° lugar

Roberto de Lira

Publicidade

A variação de 1,9% do Produto Interno Bruto do Brasil no primeiro trimestre de 2023 ante o trimestre anterior colocou o País no 4° lugar no ranking mundial de crescimento real do PIB elaborado pela Austin Rating, que reúne 61 países.

A relação no trimestre é liderada por Hong Kong (5,3%), seguido por Polônia (3,8%) e China (2,2%).

Segundo o levantamento, na comparação com o quarto trimestre de 2022, a economia brasileira cresceu na média dos BRICS (1,9%), mas bem acima da média geral (0,2%), da média dos G7 (0,4%) e da zona do euro (0,1%).

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Já os 4% de alta em relação ao primeiro trimestre de 2022 observado no Brasil este acima em todas essas comparações: média geral (2,9%), BRICS (2,9%), G7 (1,1%) e zona do euro (1,4%).

Em valores correntes, o PIB brasileiro está na 10ª posição num ranking das 15 maiores economias do mundo, com US$ 2,082 trilhões.