Indicadores

Pedidos por seguro-desemprego nos EUA somam 787 mil na última semana, menor número desde março

Este número foi menor do que a mediana das expectativas dos economistas compilada no consenso Bloomberg, que apontava para 870 mil requisições

arrow_forwardMais sobre
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os Estados Unidos tiveram 787 mil novos pedidos por seguro-desemprego na semana passada, mostrou nesta quinta-feira (22) o Departamento de Trabalho do país. Este é o menor número desde março, nos dias iniciais da pandemia do coronavírus.

Este número também foi menor do que a mediana das expectativas dos economistas compilada no consenso Bloomberg, que apontava para 870 mil requisições do benefício no período.

Na semana anterior, o número foi revisado para baixo, passando de 898 mil pedidos de seguro-desemprego para 842 mil.

Aprenda a investir na bolsa

O início da pandemia de coronavírus foi responsável por uma disparada nos pedidos de auxílio-desemprego.

Série gratuita do InfoMoney explica a hora certa de entrar e sair de ativos na Bolsa: clique aqui e aprenda como vencer os tubarões do mercado com consistência e segurança