Investigações

Operação Greenfield denuncia 29 ex-gestores de fundos de pensão

Segundo a denúncia, houve um prejuízo de R$ 5,5 bilhões aos fundos de pensão Petros, Funcef, Previ e Valia

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O força-tarefa da Operação Greenfield denunciou nesta quinta-feira (9) 29 ex-gestores de fundos de pensão por gestão temerária. A decisão envolve a aprovação de investimento no Fundo de Investimentos e Participações Sondas, veículo de investimentos da Sete Brasil Participações.

Com este investimento, segundo a denúncia, houve um prejuízo de R$ 5,5 bilhões aos fundos de pensão Petros, dos funcionários da Petrobras; Funcef, dos colaboradores da Caixa Econômica Federal; Previ, dos funcionários do Banco do Brasil; e Valia, dos trabalhadores da Vale.

Além da condenação, a força-tarefa pede a reparação econômica em R$ 16 bilhões.

Aprenda a investir na bolsa

Entre os denunciados está Esteves Colnago, atual chefe da Assessoria Especial de Relações Institucionais do Ministério da Economia e ex-ministro do Planejamento. Segundo ele, porém, todas as atividades seguiram o regimento interno e normas legais dos fundos.

Para os procuradores, os denunciados ignoraram os riscos dos investimentos, além das diretrizes do mercado financeiro, do Conselho Monetário Nacional, dos regimentos internos dos fundos. Eles também apontam que não foram realizados estudos de viabilidade sobre os aportes.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos