Impacto das sanções

Moody’s rebaixa ratings da Rússia, de Baa3 para B3

Em comunicado, a agência informou que as notas “permanecem em revisão para posterior rebaixamento”.

Por  Estadão Conteúdo -

A Moody’s rebaixou nesta quinta-feira, 3, os ratings da Rússia de emissor de longo prazo e de dívida sênior sem garantia, em moeda local e estrangeira, de Baa3 para B3. Em comunicado, a agência informou que as notas “permanecem em revisão para posterior rebaixamento”.

A instituição explicou que a revisão negativa foi deflagrada pelas “severas” sanções implementadas por potências ocidentais contra o país, em retaliação pela invasão da Ucrânia. A empresa cortou ainda o rating Other Short Term em moeda doméstica de P-3 para Not Prime (NP).

Segundo a nota, a decisão leva em conta o aumento do risco de inadimplência da dívida soberana devido às sanções e “preocupações significativas em torno da disposição da Rússia de cumprir suas obrigações”. Há ainda maior probabilidade de desaceleração da economia por conta das medidas, ressalta a Moody’s.

Leia também:

A agência acrescenta que vai monitorar a capacidade do país de pagar US$ 117 milhões em cupons de dívida que vencem em 16 de março. “As preocupações significativas em torno da disposição da Rússia de pagar sua dívida são um reflexo de que a força institucional da Rússia enfraqueceu muito materialmente com a crescente evidência de que o executivo enfrenta poucos freios e contrapesos”, explica.

Na quarta-feira, a Fitch já havia anunciado rebaixamento do rating da Rússia, de BBB para B, em meio aos desdobramentos do conflito com a Ucrânia.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe