Revisando para baixo

Moody’s corta projeção do PIB do Brasil de 2% para 1,8% para 2020 por causa do coronavírus

Em seu comunicado, a agência cortou a projeção de crescimento do G-20 em 2020, de 2,4% para 2,1%.

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

A Moody’s afirmou em comunicado que o coronavírus prejudicará o crescimento econômico de muitos países ao longo do segundo trimestre. Segundo a agência de classificação de risco, a retomada das atividades econômicas normais dependerá de quanto tempo se levará para conter a disseminação global do vírus.

A agência diz que tem revisado todas suas projeções para os países do G-20.

“O surto de coronavírus tem se disseminado rapidamente fora da China para uma série de grandes economias. Parece agora quase certo que, mesmo que o vírus seja contido rapidamente, o surto prejudicará a atividade econômica global até bem entrado o segundo trimestre deste ano”, avalia a agência.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo ela, os anúncios de autoridades sugerem que a resposta política ao problema deve ser “forte e direcionada”. As medidas devem ajudar a limitar os estragos nas economias individuais, acredita.

Em seu comunicado, a agência cortou a projeção de crescimento do G-20 em 2020, de 2,4% para 2,1%.

Para a China, a redução foi de 5,2% a 4,8%, enquanto a dos EUA passou de 1,7% para 1,5%.

No caso do Brasil, a projeção de crescimento foi reduzida de 2,0% para 1,8%, também por causa dos impactos do coronavírus.

A demanda fraca deve ainda se traduzir em preços de commodities em geral contidos, com preços de commodities em geral e do petróleo seguindo voláteis, segundo a Moody’s.

PUBLICIDADE