Imunização

Ministério da Saúde negocia 13 milhões de doses de vacina da Moderna para este ano

O primeiro 1 milhão de doses será entregue até julho

arrow_forwardMais sobre
Doses de vacina da Moderna contra Covid-19 em hospital francês 01/03/2021 REUTERS/Benoit Tessier
Doses de vacina da Moderna contra Covid-19 em hospital francês (REUTERS/Benoit Tessier)

O Ministério da Saúde estima fechar um contrato com a Moderna para receber 13 milhões de doses da vacina do laboratório contra a Covid-19 até dezembro, com o primeiro 1 milhão de doses entregue até julho, segundo documento com o cronograma de entregas previsto pela pasta obtido pela Reuters.

O cronograma também prevê a chegada até o final de maio das primeiras 2 milhões de doses da vacina contra Covid-19 do laboratório Pfizer, cujo contrato com o governo por um total de 100 milhões está na fase final de negociação.

O documento foi entregue na tarde desta quinta-feira pelo secretário-executivo do ministério, Élcio Franco, a senadores que participam de uma sessão para discutir as ações da pasta no enfrentamento à pandemia de coronavírus.

Senadores pedem pressa no programa de imunização brasileiro ante o avanço do número de casos e mortes por Covid-19 no país, que na véspera bateu um recorde de mortes pela doença em 24 horas, com mais de 1.900 óbitos.

Ao todo, em contratos já firmados, contratações futuras e tratativas, a pasta prevê receber até o final do ano 575,9 milhões de doses de vacinas dos mais diversos laboratórios. Desse total, 161 milhões de doses são de laboratórios com quem o ministério ainda está em tratativas.

Estagnado em sua profissão? Série gratuita do InfoMoney mostra como você pode se tornar um Analista de Ações em 2021. Clique aqui para se inscrever.