Covid-19

Ministério da Saúde assina contrato para 54 milhões de doses da CoronaVac

De acordo com nota da pasta, essas doses somam-se a outras 46 milhões desse imunizante já contratadas

arrow_forwardMais sobre
Coronavac, vacina produzida em parceria com a China
A CoronaVac é a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac e pelo Instituto Butantan (Divulgação)

O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira que assegurou mais 54 milhões de doses da vacina Coronavac contra a Covid-19, conforme contrato assinado na segunda-feira pela Fundação Butantan.

De acordo com nota da pasta, essas doses somam-se a outras 46 milhões desse imunizante já contratadas, o que permitirá distribuir aos Estados, ao longo do ano até setembro, 100 milhões da vacina.

“Enviamos o contrato à Fundação na quinta-feira passada e trabalhamos no ministério todo o final de semana, e sem feriado também, esperando o contrato assinado”, informou o secretário executivo, Elcio Franco, de acordo com a nota.

Além da Coronavac, o Brasil receberá até dezembro mais 42,5 milhões de doses de vacinas fornecidas pelo Consórcio Covax Facility. Outro fornecedor de imunizantes contra o novo coronavirus é a Fundação Oswaldo Cruz, com quem estão contratadas mais 222,4 milhões de doses que começaram a ser entregues mês passado, segundo a pasta.

O ministério informa ainda que deverá assinar nos próximos dias contratos de compra com a União Química, que deverá entregar 10 milhões de doses da vacina Sputnik V, entre março e maio. Fará o mesmo com a Precisa Medicamentos, que poderá trazer no mesmo período ao país mais 30 milhões de doses da Covaxin.

Já pensou em ser um broker? Esta série gratuita do InfoMoney mostra como entrar para uma das profissões mais bem remuneradas do mercado. Deixe seu e-mail abaixo para assistir.