Relatório Focus

Mercado eleva projeção para inflação pela 13ª semana e vê alta de 3,20% em 2020

Estimativa dos economistas consultados pelo BC para o IPCA em 2021 subiu pela terceira semana seguida, de 3,11% para 3,17%

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O mercado financeiro revisou para cima, pela 13ª semana consecutiva, as projeções para a inflação em 2020, e agora vê uma alta de 3,20% para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste ano, ante 3,02% na semana anterior. As informações constam do relatório Focus divulgado na manhã desta segunda-feira (9) pelo Banco Central (BC).

Em 10 de agosto, antes da primeira elevação na estimativa, a projeção apontava para uma alta de 1,63% do índice de preços em 2020. Deste então, as estimativas vêm sendo continuamente elevadas.

De acordo com as estimativas dos economistas ouvidos pelo relatório Focus, para 2021 o IPCA deve ter alta de 3,17%, também acima dos 3,11% projetados anteriormente, na terceira alta seguida do índice para o próximo ano.

Aprenda a investir na bolsa

Em outubro, o índice oficial de preços registrou alta de 0,86%, levemente acima da expectativa dos economistas consultados pela Bloomberg, de 0,84% na comparação mensal. O resultado foi o maior para um mês de outubro desde 2002, quando o indicador subiu 1,31%. No ano, a inflação acumula alta de 2,22% e, em 12 meses, de 3,92%.

Ainda segundo os economistas consultados pela autoridade monetária, a economia brasileira deve ter queda de 4,80% este ano, em linha com a contração de 4,81% estimada no último levantamento.

No próximo ano, passados os impactos da pandemia de coronavírus, o Produto Interno Bruto (PIB) deverá crescer 3,31%, frente à estimativa anterior de expansão de 3,34%.

Por Dentro dos Resultados
CEOs e CFOs de empresas abertas comentam os resultados do ano. Cadastre-se gratuitamente para participar:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

Com relação aos demais indicadores não houve alterações no levantamento desta semana.

A expectativa é que a Selic encerre dezembro no atual patamar de 2% ao ano, subindo para 2,75% até dezembro do próximo ano. Já o dólar deve terminar 2020 negociado a R$ 5,45, e 2021, a R$ 5,20.

Top 5

Entre os economistas ouvidos pela autoridade monetária que mais acertam as previsões, reunidos no grupo “Top 5 médio prazo”, as projeções apontam para inflação de 3,08% este ano, frente a estimativa de 2,92% anteriormente. Para 2021, o IPCA estimado é de 3,31%, levemente acima dos 3,27% esperados na semana passada.

PUBLICIDADE

No câmbio, as projeções subiram de R$ 5,50 para R$ 5,55, em 2020, e caíram de R$ 5,30 para R$ 5,24, ao fim de 2021.

Já a taxa Selic deve permanecer no atual patamar de 2,00% este ano, e subir para 2,25% até dezembro de 2021.

Você sabe o que é 3×1? Assista de graça a estratégia de opções que busca triplicar o capital investido em um mês