Tesouro

Janet Yellen defende na Câmara dos EUA política fiscal responsável

A economista disse que o nível da dívida e do déficit no país "importam", mas que o ambiente de juros favorece o financiamento dos gastos do governo

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, defendeu nesta quinta-feira, 17, que a política fiscal deve ser “responsável” e “sustentável”. Em audiência na Câmara dos Representantes do país, a economista disse que o nível da dívida e do déficit no país “importam”, mas que o ambiente de juros baixos favorece o financiamento dos gastos do governo.

Assim como na audiência do Senado na quarta-feira, Yellen voltou nesta quinta a minimizar a alta recente da inflação.

Em maio, o índice de preços ao consumidor dos Estados Unidos registrou avanço anual de 5%.

Ao responder perguntas dos parlamentares, a ex-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) disse que não vê risco de hiperinflação nos EUA.

Ela, contudo, também afirmou que não apoia a Teoria Monetária Moderna.

Dentre outros assuntos, Yellen disse que o governo Joe Biden não vê justificativa para subsidiar combustíveis fósseis.

A economista ainda afirmou que o democrata ainda não fez propostas sobre impostos a nível local e estadual.

Analista oferece curso gratuito de como gerar renda extra na Bolsa. Inscreva-se no Desafio dos 5%.