Inflação na Argentina sobe 4,2% em maio; alta em 12 meses é de 276,4%

Setor que teve maior aumento foi o de comunicação, devido aos aumentos nos serviços de telefonia

Estadão Conteúdo

Cédulas de 100 pesos argentinos (REUTERS/Agustin Marcarian/Ilustração)
Cédulas de 100 pesos argentinos (REUTERS/Agustin Marcarian/Ilustração)

Publicidade

O índice de preços ao consumidor da Argentina subiu 4,2% em maio na comparação com o mês anterior, informou nesta quinta-feira, 13, o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec). Em 12 meses, a inflação acumulada é de 276,4%.

O setor que teve maior aumento no mês de maio foi o de comunicação (8,2%), devido aos aumentos nos serviços de telefonia e internet.

Em seguida, o setor de educação (7,6%) foi o mais impactado.

Continua depois da publicidade

No ano até maio, a inflação acumulada é de 71,9%.