Inflação ao produtor (PPI) dos EUA acelera para 0,5% em abril, mais que o esperado

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o índice avançou 2,2%, no maior aumento desde os 2,3% observados em abril de 2023; analistas previam índice mensal de 0,3% e anualizado de 2,2%

Roberto de Lira

Montadora de modelos elétricos da Foxconn nos EUA (Foto: Quinn Glabicki/Reuters)

Publicidade

O índice de preços ao produtor (PPI na sigla em inglês) dos Estado Unidos subiu 0,5% em abril, acelerando após a queda de 0,1% de março (dado revisado), informou nesta terça-feira (14) o Departamento do Trabalho.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o índice avançou 2,2%, no maior aumento desde os 2,3% observados em abril de 2023.

A alta mensal foi maior que a esperada pelo consenso LSEG de analistas, que previa um PPI de 0,3%. Para o indicador em 12 meses, era esperada uma inflação de 2,2%.

Continua depois da publicidade

Segundo os dados, quase três quartos do avanço de abril nos preços “na porta da fábrica” são atribuíveis a um aumento de 0,6% no índice de serviços, enquanto os preços dos bens de subiram 0,4%.

O núcleo do PPI, que exclui variações de alimentos, energia e serviços comerciais, subiu 0,4% em abril, acelerando ante os 0,2% de março. Nos 12 meses terminados em abril, o núcleo da inflação aumentou 3,1%, também no maior avanço desde abril de 2023 (3,4%)