Preços em alta

Inflação ao produtor (PPI) da China anual desacelera a 12,9% em novembro

Resultado superou a expectativa de economistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam ganho anual de 12%

Por  Estadão Conteúdo -

A inflação ao produtor da China desacelerou em novembro em meio a intervenções do governo para conter a alta dos preços do carvão, de metais e de outras matérias primas, segundo dados oficiais divulgados na quinta-feira (9).

O índice de preços ao produtor (PPI) do gigante asiático subiu 12,9% em novembro ante igual mês do ano passado, perdendo força em relação ao acréscimo de 13,5% observado em outubro, que foi o maior em 26 anos, informou o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, pela sigla em inglês).

O resultado do PPI, porém, superou a expectativa de economistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam ganho anual de 12% em novembro.

Já o índice de preços ao consumidor (CPI) da China aumentou 2,3% em novembro ante igual mês de 2020, acelerando ante o avanço de 1,5% de outubro, mas vindo abaixo do consenso do mercado, de 2,6%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe