Inflação ao consumidor anualizada na zona do euro acelera para 2,6% em maio

Dado final do CPI na área da moeda comum europeia confirmou divulgação prévia e estimativas de analistas; núcleo da inflação em maio acelerou para 2,9%

Roberto de Lira

Mercado em Nantes, na França - 01/02/2024  (Foto: Stephane Mahe/Reuters)
Mercado em Nantes, na França - 01/02/2024 (Foto: Stephane Mahe/Reuters)

Publicidade

O dado final da inflação da zona do euro em maio confirmou a divulgação prévia e apontou que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) anualizado acelerou de 2,4% em abril para 2,6% no mês passado, segundo informações do Eurostat, o serviço de estatísticas da União Europeia. Um ano antes, a taxa era de 6,1%.

A taxa de inflação mensal, no entanto, ficou em 0,2%, ante 0,6% em abril.  

Conheça o Método Warren Buffet de avaliar empresas e saiba como interpretar os indicadores para fazer as melhores escolhas

Continua depois da publicidade

Os dados vieram em linha com o consenso LSEG de analistas, que estimava variação de preços mensal de 0,2% anual de 2,6%.

A inflação anual do bloco da União Europeia como um todo foi de 2,7% em maio de 2024, ante 2,6% em abril. Um ano antes, a taxa era de 7,1%.

O núcleo da inflação, que desconsidera as variações de energia, alimentos, bebidas e tabaco, mostrou variação mensal de 0,4% em maio, desacelerando ante abril. Na comparação anual, no entanto, o núcleo do CPI acelerou de 2,7% para 2,9% em maio.

Continua depois da publicidade

Em maio, a maior contribuição para a taxa de inflação anualizada dos serviços, que avançou 4,1% (ante 3,7% em abril). Os preços dos alimentos, álcool e tabaco tiveram inflação de 2,6% no mês e os industriais não energéticos subiram apenas 0,7%. A inflação de energia foi de 0,3%.

As taxas anuais mais baixas foram registradas na Letônia (0,0%), Finlândia (0,4%) e Itália (0,8%). Já as taxas anuais mais elevadas foram registadas na Romênia (5,8%), Bélgica (4,9%) e Croácia (4,3%).

Em comparação com abril, a inflação homóloga diminuiu em onze Estados-membros, manteve-se estável em dois e aumentou em catorze.