Dados da Europa

Índice de confiança do consumidor da Alemanha cai a -6,8 em janeiro, bem abaixo do esperado

A piora da pandemia de covid-19 no país e a forte inflação local são as principais causas para a queda acentuada do indicador

Por  Estadão Conteúdo -

O índice de confiança do consumidor da Alemanha deve recuar 5 pontos entre o nível de -1,8 (revisado) em dezembro a -6,8 em janeiro de 2022, segundo projeção divulgada nesta terça-feira, 21, pelo instituto alemão GFK. O resultado veio bem abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de queda a -2,5.

De acordo com a instituição, a piora da pandemia de covid-19 no país e a forte inflação local são as principais causas para a queda acentuada do indicador no primeiro mês de 2022.

O GFK relata que as expectativas econômicas e de renda dos consumidores estão caindo, enquanto a propensão a economizar dinheiro sobe.

O subíndice de expectativas econômicas registrou baixa de 13,9 pontos, a 17,1, na última leitura. Já o de renda caiu 6 pontos, a 6,9. Por fim, o sentimento geral do consumidor baixou de 8,9 pontos, a 0,8.

“Cadeias de abastecimento interrompidas estão causando problemas para várias empresas. A falta de produtos preliminares, como semicondutores, pode causar um estrangulamento ou até mesmo uma paralisação completa da produção. Os funcionários também sentem as consequências na forma de redução do tempo de trabalho”, diz o GFK.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe