A partir de 6 de setembro

Governo de SP anuncia calendário para dose extra da vacina contra Covid-19 para pessoas acima de 60 anos e imunossuprimidos

O público estimado nesta primeira fase é de 1 milhão de pessoas, segundo o governo do estado

Doria coletiva
(Reprodução)

SÃO PAULO – O governo do estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (1º) o calendário de vacinação da dose extra da vacina contra a Covid-19 para pessoas acima de 60 anos e imunossuprimidos, com início a partir do dia 6 de setembro.

O anúncio da aplicação da terceira dose do grupo havia sido feito na semana passada.

De acordo com João Doria (PSDB), governador de São Paulo, receberão a dose adicional idosos que tomaram a segunda dose há pelo menos seis meses (em fevereiro e março).

O calendário da “Fase 1” de imunização da terceira dose avança conforme a faixa etária, começando pelos idosos com 90 anos ou mais. O público estimado nesta fase é de 1 milhão de pessoas.

Com relação aos imunossuprimidos, o grupo de vacinação atende aqueles com mais de 18 anos que completaram o esquema vacinal há pelo menos 28 dias.

Na semana passada, João Gabbardo, coordenador-executivo do Centro de Contingência da Covid-19, afirmou que a dose adicional vai ser utilizada com o imunizante que estiver disponível, independentemente da marca aplicada nas doses anteriores. O mesmo acontecerá com a vacina da Janssen – antes de dose única e que agora terá reforço.

Durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta-feira, Jean Gorinchteyn, secretário da Saúde, reafirmou que será feito o uso de qualquer uma das marcas dos imunizantes, de forma a ampliar ainda mais a imunidade do grupo.

“A CoronaVac tem o fragmento do vírus, tendo um efeito de proteção que nos previne até de atenuar outras variantes, diferente de outras formulações de vacinas. Por isso, não podemos deixar nenhuma vacina de fora, precisamos que todas sejam incluídas [no programa de vacinação]”, afirmou.

E completou: “As variantes não estão na porta. Já estão aqui no país, e não será diferente no estado de São Paulo. Precisamos vacinar e proteger a população.”

PUBLICIDADE

Gabbardo também disse que aplicar a CoronaVac como dose adicional permite disponibilizar mais vacinas da Pfizer para antecipar a segunda dose de quem já tomou o imunizante, ampliar o grupo da terceira dose para profissionais da saúde, e ainda continuar vacinando os adolescentes sem comorbidades.

Após a vacinação do grupo prioritário, a ideia é que seja feito um escalonamento, obedecendo os mesmos critérios utilizados até agora, ou seja, começando pelas faixas etárias mais velhas e terminando pelos mais jovens. O que vai ditar a velocidade da vacinação será a quantidade de imunizantes disponíveis.

Confira o calendário da dose adicional no estado:

6 a 12 de setembro: 90 anos ou mais

13 a 19 de setembro: 85 a 89 anos

20 a 26 de setembro: 80 a 84 anos e imunossuprimidos

27 de setembro a 3 de outubro: 70 a 79 anos

4 a 10 de outubro: 60 a 69 anos

De acordo com o Vacinômetro do estado de São Paulo, já foram aplicadas 51,4 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus. Nesta tarde, cerca de 50% da população com mais de 18 anos do estado de São Paulo estava com o esquema vacinal completo.

PUBLICIDADE

Segundo o secretário da Saúde, a taxa de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) está hoje em 35% no estado, com 3.145 pessoas internadas. No pico da segunda onda da pandemia, o estado chegou a registrar 13.150 pacientes internados.

O número de casos da doença também apresentou queda significativa, de 8,4%. As internações caíram 11,9% e os óbitos, 20,7%.

“É com a vacinação e com a obrigatoriedade do uso de máscara que vamos continuar enfrentando a pandemia, independentemente das cepas”, disse.

Vacinação de adolescentes

Com relação à vacinação de adolescentes, o governo do estado de São Paulo iniciou ontem a vacinação do grupo de 15 a 17 anos sem comorbidade.

Até o dia 5 de setembro poderão se vacinar adolescentes de 15 a 17 anos. Já aqueles de 12 a 14 anos poderão se vacinar no período de 6 a 12 de setembro.

Para entender como operar na bolsa através da análise técnica, inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.