Expectativas para a economia

Focus: Mercado reduz projeções para PIB e inflação em 2020

Relatório Focus, do BC, mostra queda na projeção para a inflação, de 3,47% para 3,40%, e vê PIB encerrando 2020 em 2,30%

Várias notas de cem reais na mão de uma pessoa que não aparece na foto.
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os economistas esperam uma inflação menor e um crescimento levemente mais baixo da economia brasileira ao fim deste ano. É o que mostra o boletim Focus, divulgado pelo Banco Central na manhã desta segunda-feira (3).

Para a inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a projeção foi reduzida de 3,47% para 3,40% em 2020, ficando estável em 3,75% ao fim de 2021. O mesmo aconteceu com as perspectivas para o PIB brasileiro, cuja mediana das projeções recuou de 2,31% para 2,30% em dezembro deste ano, mas ficou sem alterações para 2021, em 2,50%.

Com relação à Selic, o mercado vê os juros permanecendo em 4,25% ao fim de 2020, mas espera uma queda de 6,25% para 6% para o indicador em 2021.

Nesta semana, o Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne para decidir o rumo da taxa básica de juros no país. O resultado sai nesta quarta-feira (5), após o fechamento do pregão, e a expectativa é de que haja um corte de 0,25 ponto percentual, para 4,25% ao ano.

Para o dólar, as apostas para 2020 foram mantidas em R$ 4,10, com alta nas estimativas para 2021, de R$ 4,00 para R$ 4,05.

Invista a partir de R$ 100 no Tesouro Direto com taxa ZERO: abra uma conta gratuita na Rico