AO VIVO Analista Charlles Nader mostra como fazer um planejamento para ter consistência na Bolsa

Analista Charlles Nader mostra como fazer um planejamento para ter consistência na Bolsa

Inovação

Fintechs têm aporte recorde de US$ 1,9 bilhão em 2020 no Brasil

Bancos de Wall Street e fundos de private equity estão entre os investidores que injetaram capital em startups do setor financeiro mesmo em meio à pandemia

Tecnologia

(Bloomberg) — As fintechs brasileiras tiveram captação recorde de investimentos em 2020, segundo o Inside Fintech Report, levantamento feito pelo Distrito Dataminer, braço de inteligência de mercado do Distrito.

As startups do setor financeiro captaram mais de US$ 1,9 bilhão no último ano em 115 rodadas, 73% a mais do que em 2019, diz o estudo, que contabiliza 876 fintechs no país.

Bancos de Wall Street e fundos de private equity estão entre os investidores que injetaram capital em startups do setor financeiro mesmo em meio à pandemia do Covid, pois essas empresas vêm ganhando mercado das grandes instituições financeiras no país e precisam crescer cada vez mais.

O Goldman Sachs investiu R$ 120 milhões na Iugu Servicos na Internet SA, uma fintech de pagamentos, enquanto o JPMorgan Chase disse em julho que comprou uma fatia minoritária na FitBank Pagamentos Eletronicos. No ano, as duas maiores rodadas do setor foram para o Nubank e a Neon Pagamentos, ambas de US$ 300 milhões, segundo o Distrito, que se define como o maior sistema independente de startups do país.

O ano também foi recorde em fusões e aquisições no setor. Entre os compradores, a XP adquiriu a Antecipa e a Fliper, a Via Varejo adquiriu a BanQi, e a Magazine Luiza, a Hub Prepaid Participações.

Quer fazer da Bolsa sua nova fonte de renda em 2021? Série gratuita do InfoMoney mostra o passo a passo para se tornar um Full Trader – clique para assistir!