Turismo

EUA planejam apertar regras de viagens para combater ômicron

Todos os passageiros aéreos com destino aos EUA deverão fazer teste com prazo de até um dia antes da partida, independentemente do status de vacinação

Por  Bloomberg -

(Bloomberg) – O governo Biden planeja endurecer as regras para viagens com o objetivo de combater a variante ômicron do coronavírus. Todos os passageiros aéreos com destino aos Estados Unidos deverão fazer teste com prazo de até um dia antes da partida, independentemente do status de vacinação, de acordo com uma pessoa a par do assunto.

O presidente dos EUA, Joe Biden, planeja anunciar as regras na quinta-feira em discurso para detalhar seu plano de combate à pandemia durante o inverno. Atualmente, viajantes vacinados devem fazer o teste no prazo de até três dias antes do voo para os EUA. Com a mudança, esse intervalo seria reduzido para um dia.

Na semana passada, os EUA impuseram medidas que impedem a entrada de estrangeiros que estiveram em qualquer um dos oito países da África Austral nos últimos 14 dias. O governo não disse por quanto tempo essas restrições permanecerão em vigor.

O Washington Post informou anteriormente sobre os planos do governo de endurecer as restrições para viagens.

Uma porta-voz da United Airlines disse que a empresa não pode comentar políticas antes que sejam divulgadas. Um representante da American Airlines não quis comentar.

A equipe de Biden não estuda aumentar as exigências sobre o tipo de teste necessário para entrar nos EUA. O governo impôs regras apenas para testes rápidos de antígenos, que podem ser menos eficazes na detecção de casos da variante ômicron.

Na terça-feira, a diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, Rochelle Walensky, disse que a agência avalia medidas sobre como encurtar a janela de testes para viajantes que chegam ao país e incluir a necessidade de quarentena em certos casos.

O CDC, acrescentou em teleconferência com repórteres, também está expandindo programas de vigilância em quatro grandes aeroportos para testes de Covid em chegadas internacionais específicas.

“Assim como temos feito durante a pandemia, o CDC avalia como tornar viagens internacionais as mais seguras possíveis”, disse na teleconferência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Perguntado na noite de terça-feira sobre o prazo das restrições em vigor, Biden disse: “Bem, depende. Semana após semana vamos determinar a necessidade e a situação. Vamos aprender muito mais nas próximas semanas” sobre a variante ômicron.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe