Economia americana

EUA criam 559 mil empregos em maio, abaixo do esperado pelos economistas

A média das expectativas dos economistas para o dado era de geração de 650 mil vagas, segundo pesquisa da Refinitiv

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Os Estados Unidos criaram 559 mil empregos em maio, de acordo com o Relatório de Emprego (payroll) divulgado nesta sexta-feira (4) pelo Departamento de Trabalho.

O resultado foi abaixo do o esperado: a média das expectativas dos economistas para o dado era de geração de 650 mil vagas, segundo consenso Refinitiv.

Em abril, o país havia criado 266 mil postos de trabalho.

A taxa de desemprego caiu para 5,8%, enquanto economistas esperavam que recuasse para 5,9%. No mês anterior, o desemprego na maior economia do mundo era de 6,1%.

Na quinta-feira (3), a divulgação da criação de vagas no setor privado havia surpreendido o mercado: o Relatório de Emprego ADP indicou novas 978 mil vagas, contra uma expectativa de 650 mil compilada pela Refinitiv.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se já.