Mercado de trabalho

EUA criam 4,8 milhões de vagas em junho, acima da expectativa dos economistas

Novamente um dado forte mostra a retomada da economia americana depois do impacto da pandemia

SÃO PAULO – Os Estados Unidos criaram 4,8 milhões de empregos em junho, segundo o Relatório de Emprego (conhecido como Payroll) divulgado nesta quinta-feira (2).

O resultado foi melhor que o esperado pelo mercado. A mediana das projeções dos economistas compilada no consenso Bloomberg apontava para a geração de 3,06 milhões de empregos no mês passado.

O número mantém a tendência sinalizada pelo dado de maio de que a economia americana está se recuperando antes do que se pensava dos impactos causados pela pandemia do coronavírus.

PUBLICIDADE

Em maio, os EUA haviam criado 2,5 milhões de postos de trabalho.

A taxa de desemprego caiu em junho de 13,3% para 11,1%. A expectativa no consenso Bloomberg era de que o desemprego caísse a 12,5%.

Os ganhos médios por hora caíram 1,2% na base mensal, ante estimativa de queda de 0,8%. A taxa de subemprego, por sua vez, caiu de 21,2% para 18%.

Aproveite as oportunidades para fazer seu dinheiro render mais: abra uma conta de investimentos na XP – é de graça