Estados Unidos

Eleições nos EUA: Convenção do Partido Democrata começa nesta segunda-feira em formato virtual

O evento aconteceria em Milwaukee, no Wisconsin, mas será realizado de forma virtual devido à pandemia do coronavírus

Kamala Harris e Joe Biden
Kamala Harris e Joe Biden (Foto: Twitter/Joe Biden)
Aprenda a investir na bolsa

NOVA YORK, 17 AGO (ANSA) – O Partido Democrata inicia nesta segunda-feira (17) a convenção que consagrará a chapa Joe Biden-Kamala Harris como adversária do presidente dos Estados Unidos, o republicano Donald Trump, nas eleições de 3 de novembro.

O evento aconteceria em Milwaukee, no Wisconsin, mas será realizado de forma virtual devido à pandemia do coronavírus Sars-CoV-2, algo inédito na história das convenções dos grandes partidos americanos.

Wisconsin é um dos estados-pêndulos que decidiram a eleição em favor de Trump em 2016, como Michigan, Flórida, Pensilvânia, Arizona e Carolina do Norte. O discurso em que Biden aceitará a candidatura está previsto para 20 de agosto, também de forma virtual, em Delaware, sua base eleitoral.

Aprenda a investir na bolsa

A chapa Biden-Harris representa sobretudo a porção moderada do Partido Democrata, mas as alas mais progressistas prometeram se unir em torno do ex-vice de Obama para tirar Trump da Casa Branca. “É absolutamente imperativo que Donald Trump seja derrotado”, disse o senador Bernie Sanders, derrotado por Biden nas primárias e que falará na convenção na noite de abertura.

Os ex-presidentes Bill Clinton e Barack Obama também discursarão, assim como Michelle Obama e Harris, primeira mulher não-branca a disputar a vice-presidência dos EUA por um grande partido. Aos 55 anos, a senadora pela Califórnia é filha de mãe indiana e pai jamaicano e chegou a se candidatar para as primárias, mas desistiu ainda antes do início da disputa.

Apesar de falar para o mesmo público moderado que já vota em Biden, Harris tem mais apelo junto ao eleitorado jovem que o ex-vice-presidente de 77 anos. “Aqui vai minha promessa para vocês: se eu for eleito presidente, sempre escolherei unir em vez de dividir. Vou assumir a responsabilidade ao invés de culpar os outros”, escreveu Biden no Twitter, em claro recado a Trump.

Comícios

Em desvantagem nas pesquisas e acossado por uma pandemia que já matou mais de 170 mil pessoas no país, o presidente terá uma intensa agenda de eventos na semana da convenção democrata, passando por Minnesota, Wisconsin e Arizona.

No entanto, o principal compromisso será no dia 20, perto de Scranton, cidade-natal de Biden, na Pensilvânia, e na mesma hora do discurso do candidato democrata. A convenção republicana está marcada para 24 a 27 de agosto, em Charlotte (Carolina do Norte), mas também sem público e com discursos feitos remotamente – Trump deseja inclusive fazer seu pronunciamento na Casa Branca. (ANSA).

PUBLICIDADE

 

Newsletter InfoMoney – Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.