Pandemia

Doria cancela licença e anuncia retorno a São Paulo; resultados sobre CoronaVac são adiados

No dia seguinte ao anúncio de lockdown no estado de SP no Natal e Ano Novo, Doria anuncia licença; ele teria viajado a Miami, nos EUA, nesta quarta-feira

(Sérgio Andrade/Governo do Estado de São Paulo)

SÃO PAULO – Nesta quarta-feira (23), um dia após decretar a fase vermelha em todo o estado de São Paulo durante o Natal e o Ano Novo, o governador João Doria (PSDB) havia anunciado que tiraria uma licença de dez dias para passar um período com a sua família. No entanto, menos de duas horas depois, o governador disse que decidiu voltar atrás após receber a notícia de que seu vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), testou positivo para a Covid-19.

https://platform.twitter.com/widgets.js

Doria havia anunciado a licença cerca de uma hora e meia antes e as reações nas redes sociais foram imediatas, com diversos posts criticando o governador por ter resolvido tirar férias e sair do país logo após anunciar as medidas restritivas no estado.

Em nota ao InfoMoney, a assessoria de imprensa do governo de São Paulo havia confirmado a licença. Os assessores disseram que Doria já havia informado em coletiva de imprensa, nesta semana, que se afastaria por dez dias a partir desta terça (22) “para se dedicar à família, pois se ausentou desse convívio durante o combate à pandemia do coronavírus”.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, o destino da viagem de Doria seria Miami, nos Estados Unidos, e ele teria embarcado nesta quarta. O governo não chegou a confirmou o destino da viagem, dizendo apenas que durante o período de licença a agenda de compromissos de Doria seria de caráter particular.

Resultados da CoronaVac adiados

Também nesta quarta-feira aconteceu, às 16h, a coletiva do governo de São Paulo e do Instituto Butantan para anunciar os resultados dos estudos de eficácia da vacina CoronaVac, desenvolvida em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Apesar dos rumores de que a coletiva seria cancelada, o evento aconteceu, mas frustrou as expectativas. Depois de um primeiro adiamento dos resultados – do dia 15 de dezembro para esta quarta-feira, dia 23 – era esperado que o governo de SP e o Butantan apresentassem estudos conclusivos, com detalhes sobre a efetividade da vacina, mas eles se limitaram a dizer que a CoronaVac é eficaz, sem revelar o percentual exato de eficácia.

O diretor do Butantan, Dimas Covas, justificou que os detalhes sobre a eficácia da vacina não foram revelados a pedido da Sinovac. Segundo ele, a farmacêutica solicitou o envio de toda a base de dados do Butantan sobre os testes para unificar e equalizar os resultados com os ensaios feitos em outros países e, assim, evitar que índices diferentes sejam divulgados.

PUBLICIDADE

Vale ressaltar que antes desse novo adiamento, já havia causado estranhamento o fato de que Doria não participaria da coletiva. O governador vinha participando de todos os anúncios sobre a CoronaVac, portanto era esperado que ele estivesse presente em uma das coletivas mais relevantes da vacina até o momento – afinal, os resultados de hoje poderiam significar que o imunizante estaria finalmente apto a ser submetido à aprovação da Anvisa, a agência sanitária brasileira.

Quer migrar para uma das profissões mais bem remuneradas do país e ter a chance de trabalhar na rede da XP Inc.? Clique aqui e assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro!