Raphael Bostic

Dirigente do Fed vê alta de juros em 2022 e defende debate sobre ‘tapering’

Raphael Bostic também afirmou que o Fed está perto de atingir os "requisitos" para o "tapering"

O presidente da distrital de Atlanta do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Raphael Bostic, disse nesta quarta-feira que antecipou sua previsão para o início do ciclo de aperto monetário nos Estados Unidos. Ele agora prevê uma elevação da taxa básica de juros no fim de 2022 e outras duas em 2023.

Com direito a voto nas reuniões deste ano do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), Bostic também afirmou que o Fed está perto de atingir os “requisitos” para o “tapering”, como é chamado o processo de redução das compras de ativos.

Na visão dele, vários meses de dados “fortes” de emprego podem abrir as portas para a retirada de estímulos, já que, segundo ele, o desempenho do mercado de trabalho é o que mais pode impulsionar o “tapering”.

Bostic considerou “totalmente apropriado” debater as perspectivas para a redução de estímulos monetários. Ele também ressaltou que é a favor de concluir o “tapering” antes de começar a elevar os juros.

O dirigente projeta um crescimento de 7% do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA em 2021 e estima inflação em 3,4% e desemprego de 4,5% este ano.

Bostic ainda disse que não acredita que haja uma “bolha” no mercado imobiliário.

Curso gratuito do InfoMoney mostra como você pode se tornar um Analista de Ações. Inscreva-se agora.