AO VIVO Por Dentro dos Resultados: Alpargatas (ALPA4) - os detalhes do resultado da empresa em 2020 em entrevista ao vivo com CEO

Por Dentro dos Resultados: Alpargatas (ALPA4) - os detalhes do resultado da empresa em 2020 em entrevista ao vivo com CEO

Alternativas

Diante de cerca de 4 mil variantes da Covid-19, pesquisadores estudam vacinas mistas

Variantes são documentadas à medida que o vírus sofre mutações, entre elas a britânica, a sul-africana e a brasileira parecem se disseminar mais rápido

(Unsplash)

LONDRES (Reuters) – O mundo está diante de cerca de 4 mil variantes do vírus que causa a Covid-19, o que desencadeou uma corrida para melhorar vacinas, disse o Reino Unido nesta quinta-feira, e pesquisadores começaram a explorar a mistura de doses das vacinas da Pfizer e da AstraZeneca.

Milhares de variantes são documentadas à medida que o vírus sofre mutações, entre elas as chamadas britânica, sul-africana e brasileira, que parecem se disseminar mais rápido do que outras.

O ministro britânico de Desenvolvimento de Vacinas, Nadhim Zahawi, disse que é muito improvável que as vacinas atuais não funcionem contra as novas variantes.

“É muito improvável que a vacina atual não seja eficiente nas variantes, seja em Kent ou outras variantes, especialmente quando se trata de doenças graves e hospitalização”, disse Zahawi à rede Sky News.

“Todos os fabricantes, Pfizer-BioNTech, Moderna, Oxford-AstraZeneca e outros, estão estudando como podem melhorar sua vacina para que estejamos prontos para qualquer variante – há cerca de 4 mil variantes da Covid em todo o mundo agora.”

Embora milhares de variantes tenham surgido à medida que o vírus muda ao se duplicar, é provável que só uma minoria muito pequena seja relevante e mude o vírus de maneira perceptível, de acordo com a publicação British Medical Journal.

A chamada variante britânica, conhecida como VUI-202012/01, tem mutações que incluem uma mudança na proteína de espigão que os vírus usam para se ligar ao receptor humano ACE2 – o que significa que provavelmente ela é mais fácil de pegar.

“Temos o maior setor de sequenciamento de genoma –temos cerca de 50% do setor mundial de sequenciamento de genoma– e estamos montando uma biblioteca de todas as variantes para estarmos prontos para reagir, seja no outono ou além, a qualquer desafio que o vírus possa apresentar e produzir a próxima vacina”, disse Zahawi.

O novo coronavírus, conhecido como SARS-CoV-2, já matou 2,268 milhões de pessoas em todo o planeta desde que surgiu na China no final de 2019, de acordo com a Universidade de Medicina Johns Hopkins.

PUBLICIDADE

Atualmente, Israel está bem à frente do resto do globo na vacinação per capita da população, seguido pelos Emirados Árabes Unidos, Reino Unido, Barein, Estados Unidos e depois Espanha, Itália e Alemanha.

Ainda nesta quinta-feira, o Reino Unido iniciou um teste para verificar as reações imunológicas geradas se doses das vacinas da Pfizer e da AstraZeneca forem combinadas em um cronograma de duas vacinas.

Profissão Broker: série do InfoMoney mostra como entrar para uma das profissões mais estimulantes e bem remuneradas do mercado financeiro em 2021. Clique aqui para assistir