Confira novas datas

Covid: SP antecipa vacinação e anuncia fim de limite de ocupação e horário no comércio a partir de 17 de agosto

Governador João Doria também anunciou datas de vacinação para adolescentes, de 12 a 17 anos, com início no dia 18 de agosto

Doria coletiva
(Reprodução)

SÃO PAULO – O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (28) uma nova antecipação do calendário de vacinação contra o coronavírus no Estado. Dessa forma, todos os adultos com mais de 18 anos deverão receber a primeira dose da vacina até o dia 16 de agosto. Antes, a previsão era de concluir a vacinação até o dia 20.

Durante coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, o governador João Doria (PSDB) anunciou que a medida deve-se à compra de 4 milhões de doses adicionais da vacina CoronaVac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan.

Com a antecipação do calendário, a vacinação de adolescentes, entre 12 e 17 anos, que começaria a partir de 23 de agosto, deve ter início no dia 18, começando por aqueles com comorbidades.

Confira como fica o novo calendário:

19 de julho a 29 de julho: 30 a 34 anos

30 de julho a 4 de agosto: 28 e 29 anos

5 de agosto a 9 de agosto: 25 a 27 anos

10 de agosto a 16 de agosto: 18 a 24 anos

18 de agosto a 29 de agosto: 12 a 16 anos com comorbidades, deficiências, bem como gestantes e puéperas

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

30 de agosto a 5 de setembro: 15 a 17 anos

6 de setembro a 12 de setembro: 12 a 14 anos

De acordo com o “vacinômetro”, o estado de São Paulo já vacinou mais de 25,7 milhões de pessoas com a primeira dose. Mais de 8,7 milhões estão com a imunização completa, sendo que 1 milhão tomou a dose única da Janssen.

O número corresponde a 76% da população com mais de 18 anos vacinada com ao menos uma dose, e 21% da população de São Paulo com esquema vacinal completo.

Jean Gorinchteyn, secretário de saúde, destaca que a taxa de ocupação das unidades de tratamento intensivo (UTI) está hoje em 53% no estado e em 49% na grande São Paulo. Nas UTIs, são menos de 6 mil internados, o menor número desde 19 de janeiro.

Houve ainda redução no número de internados nas enfermarias para 5.555 pessoas – menor número desde 27 de novembro de 2020.

Gorinchteyn reforça que a melhora expressiva nos dados está relacionada ao processo de vacinação implementado no estado de São Paulo.

Com relação à semana epidemiológica, houve queda de 20,6% no número de casos de Covid-19, de 18,3% no número de internações e queda de 9,6% nos óbitos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Flexibilização do Plano São Paulo

Durante a coletiva, o governo também anunciou novas flexibilizações do Plano São Paulo, ampliando, a partir deste domingo, 1º de agosto, a capacidade de ocupação do comércio, bares e restaurantes, bem como o horário de funcionamento dos estabelecimentos.

Com a mudança, válida até o dia 16, o horário de funcionamento será ampliado em uma hora, das 23h até a meia-noite. A taxa de ocupação também sobe, dos atuais 60% para 80%.

Protocolos de higiene e limpeza, uso de máscara e álcool em gel, bem como o distanciamento social permanecem.

Além disso, a partir de domingo (1), não haverá mais toque de recolher durante a madrugada na capital paulista e todos os parques estaduais voltarão ao funcionamento normal.

Com a previsão de todos os adultos estarem vacinados até a segunda quinzena de agosto, Doria também anunciou a extinção dos limites das atividades econômicas (limite de ocupação e horário de funcionamento) a partir de 17 de agosto.

Com isso, a ocupação de estabelecimentos poderá ser de 100%, desde que seja respeitado o uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social de um metro.

Transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos é possível. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.