China mantém taxas de juros, como esperado

A taxa primária de empréstimos (LPR) de um ano foi mantida em 3,45%, enquanto a LPR de cinco anos permaneceu em 3,95%

Reuters

Sede do banco central da China em Pequim (Foto: Jason Lee/Reuters)

Publicidade

Xangai/Cingapura (Reuters) – A China deixou inalteradas as taxas de juros de referência para empréstimos nesta segunda-feira (20), em linha com as expectativas do mercado.

A decisão ocorre depois que a China anunciou medidas “históricas” na semana passada para estabilizar seu setor imobiliário, com o banco central viabilizando 1 trilhão de yuans em financiamento extra e flexibilizando as regras de hipotecas, em uma tentativa de reanimar a demanda por moradia.

O plano de resgate do setor imobiliário reduziu efetivamente a urgência de cortar ainda mais as taxas de empréstimo de referência, em um momento em que um afrouxamento monetário agressivo poderia aumentar a pressão sobre a moeda.

Continua depois da publicidade

A taxa primária de empréstimos (LPR) de um ano foi mantida em 3,45%, enquanto a LPR de cinco anos permaneceu em 3,95%.

Em uma pesquisa da Reuters com 33 participantes do mercado realizada na semana passada, 27, ou 82% de todos os entrevistados, esperavam que ambas as taxas permanecessem inalteradas.

A maioria dos empréstimos novos e pendentes na China é baseada na LPR de um ano, enquanto a taxa de cinco anos influencia o preço das hipotecas.