Dados do gigante asiático

China: inflação ao produtor tem alta anual de 9,1% em janeiro, abaixo do esperado

Previsão dos economistas consultados pelo The Wall Street Journal era de alta de 9,5%

Por  Estadão Conteúdo -

O índice de preços ao produtor (PPI) da China subiu 9,1% em janeiro, ante igual mês do ano passado, e desacelerou em relação aos 10,3% registrados em dezembro, informou o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, pela sigla em inglês). O resultado ficou abaixo da previsão de 9,5% dos economistas consultados pelo The Wall Street Journal.

O alívio nos preços do carvão e do aço tirou pressão dos bens industriais em geral, desacelerando o PPI, disse o estatístico sênior do NBS Dong Lijuan. Na comparação mensal, o PPI registrou deflação de 0,2% ante dezembro.

O índice de preços ao consumidor (CPI), por sua vez, avançou 0,9% na comparação anual de janeiro, em linha com a previsão do mercado, e abaixo da taxa de 1,5% registrada em dezembro. Na comparação mensal, o CPI teve alta de 0,4%, após queda de 0,3% no mês anterior.

O núcleo do CPI, que exclui preços de alimentos e de energia, subiu 1,2% em janeiro, mesma taxa observada em dezembro. Com informações da Dow Jones Newswires.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe