Projeções para cima

Cepal eleva projeção para crescimento do PIB da América Latina em 2021 para 5,9%

No caso do Brasil, a Cepal espera crescimento econômico de 5,2% neste ano e de 2,2% no seguinte.

arrow_forwardMais sobre
sustentabili
(Shutterstock)

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) publicou relatório nesta terça-feira, no qual revisa para cima sua projeção para crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da América Latina e o Caribe neste ano, a 5,9%. Em julho, a expectativa era de 5,2%.

Já para 2022, a expectativa atual é de desaceleração para um crescimento de 2,9%.

O relatório divulgado nesta terça é intitulado “Estudo Econômico da América Latina e do Caribe 2021: Dinâmica do mercado de trabalho e políticas de emprego para uma recuperação sustentável e inclusiva para além da crise da COVID-19”.

A entidade alerta que a pandemia agrava problemas estruturais de longa data da região, como baixos investimento e produtividade, a informalidade, a desigualdade e a pobreza.

A Cepal nota que o crescimento forte deste ano é sobretudo fruto da base de comparação. Há também efeitos positivos da demanda externa e dos preços de commodities, aponta.

No caso do Brasil, a Cepal espera crescimento econômico de 5,2% neste ano e de 2,2% no seguinte.

Para a Argentina, a expectativa é de avanços de 7,5% e 2,7%, respectivamente.

Em toda a América do Sul, a Comissão espera alta do PIB de 5,9% em 2021 e de 2,6% em 2022.

Para o Chile, a Cepal projeta crescimento de 9,2% neste ano e de 3,2% em 2022.

PUBLICIDADE

No caso do México, espera altas de 6,2% e 3,2%.

Para entender como operar na bolsa através da análise técnica, inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.