Pacote de medidas

Casa Branca anuncia acordo bipartidário para projeto de infraestrutura

Joe Biden diz que a iniciativa será "o mais significativo investimento de longo prazo em infraestrutura e em competitividade em quase um século"

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirma nesta quarta-feira, 28, em comunicado divulgado pela Casa Branca que há um acordo entre um grupo bipartidário de senadores do país sobre um pacote com medidas de infraestrutura. Biden diz que a iniciativa será “o mais significativo investimento de longo prazo em nossa infraestrutura e em nossa competitividade em quase um século”.

O presidente diz que o acordo sinaliza ao mundo que a democracia americana pode funcionar “e fazer grandes coisas”. Segundo ele, um sistema transcontinental de ferrovias e rodovias interestaduais novamente impulsionará o futuro do país. Biden argumenta que os investimentos devem colocar pessoas para trabalhar em cidades maiores, nas pequenas, em comunidades rurais e outras áreas. E ressalta que serão gerados empregos bem pagos, sindicalizados, para reparar estradas e pontes.

Biden também menciona a construção de linhas de transmissão e atualizações na matriz energética, tornando-a mais resistente e limpa, bem como mais preparada para eventos climáticos extremos. O presidente diz que os gastos serão feitos sem aumentar impostos para as pessoas que ganham menos de US$ 400 mil ao ano, nem aumento na gasolina ou taxa sobre veículos elétricos.

Para o presidente, o acordo ajuda a garantir que o país possa competir na economia global “justamente no momento em que estamos em uma corrida com a China e o restante do mundo pelo século 21”. Biden disse que nenhum dos lados conseguiu tudo que queria no acordo, mas isso faz parte de se conseguir um compromisso. “Haverá divergências a resolver e mais compromissos a buscar ao longo do caminho”, projetou, celebrando de qualquer modo o acordo.

Transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos é possível. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.