Turismo parado

Canadá, Peru, Colômbia e Argentina fecham fronteiras contra coronavírus

Justin Trudeau fez um pronunciamento na tarde desta segunda, liberando cidadãos dos EUA

Logo da cidade de Toronto no Canadá
(Shutterstock)

SÃO PAULO –  Depois da União Europeia, o Canadá anunciou nesta segunda-feira (16) o fechamento das fronteiras para visitantes estrangeiros.

O primeiro ministro canadense, Justin Trudeau, anunciou o banimento em pronunciamento oficial nesta tarde, liberando cidadãos dos Estados Unidos do veto “no momento”. Outras exceções, além dos cidadãos canadenses e moradores do país, são membros de tripulações de companhias aéreas, diplomatas e familiares de cidadãos.

Aos canadenses em viagem fora do país, Trudeau passou uma mensagem: “Deixe-me ser claro, se você está no exterior, é hora de voltar para casa”.

América do Sul

PUBLICIDADE

Na noite de domingo, Argentina e Peru também fecharam todas as suas fronteiras internacionais.

Na Argentina, o governo já tinha imposto quarentena de 14 dias para quem ingressasse a partir de países considerados de risco, incluindo EUA e Itália. Agora, só podem entrar no país cidadãos e residentes, seja por ar ou por terra. A medida vale por 15 dias.

O fechamento no Peru ocorre a partir das 23h59 desta segunda-feira. Turistas que estiverem no país deverão sair antes desse horário ou “se preparar para passar os próximos 15 dias dentro do hotel em quarentena”, conforme comunicado. A medida se soma a outras restrições, como o fechamento de espaços públicos, bares e restaurantes, e também dura 15 dias a princípio.

Também na Colômbia, estrangeiros não residentes não poderão entrar a partir desta segunda, pela próxima quinzena. Os colombianos e residentes que chegarem do exterior deverão se submeter a 14 dias de isolamento preventivo.

Aproveite as oportunidades para fazer seu dinheiro render mais: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações!