Campos Neto: China traz mais carros ao Brasil porque alguns mercados estão fechando

Presidente do BC afirmou que há uma rearrumação nas cadeias globais nos últimos anos, com maiores restrições à China

Reuters

Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto (Foto: Brendan McDermid/Reuters)

Publicidade

SÃO PAULO (Reuters) – O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta sexta-feira que a China está tentando trazer maior número de carros para o Brasil porque alguns mercados estão se fechando.

Em evento promovido pela Monte Bravo Corretora, Campos Neto afirmou que há uma rearrumação nas cadeias globais nos últimos anos, com maiores restrições à China, citando também que essa reorganização dos fluxos de produtos pode contribuir para inflação e juros altos por mais tempo.

Seja um dos primeiros a garantir ingressos para a NFL no Brasil com a XP. Pré-venda exclusiva com Cartão XP, aprovado em 24h!

Continua depois da publicidade

Dados da balança comercial brasileira mostram que nos primeiros cinco meses do ano as importações de carros pelo Brasil subiram 59,4%, movimento também explicado pela antecipação de estoques em meio ao aumento escalonado da tributação imposta pelo governo sobre esses produtos.

Na apresentação, Campos Neto disse também que o último dado de inflação no Brasil veio melhor que o esperado, mas voltou a ponderar que a “notícia não tão boa” são as expectativas de inflação.