Reino Unido

Boris Johnson testa positivo para coronavírus

"Estou agora isolado, mas eu vou continuar a guiar a resposta do governo via videoconferência enquanto combatemos esse vírus", disse

Boris Johnson
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, testou positivo para o novo coronavírus (Sars-Cov-2), informou o próprio premier nesta sexta-feira (27) através de suas redes sociais.

“Nas últimas 24 horas, eu desenvolvi os sintomas leves e testei positivo para o coronavírus. Eu estou agora isolado, mas eu vou continuar a guiar a resposta do governo via videoconferência enquanto combatemos esse vírus. Juntos vamos derrotar isso. #FiqueemCasaSalveVidas”, escreveu.

Em vídeo postado junto com a mensagem, Johnson informou que está com febre e uma leve tosse, mas que continuará trabalhando. O premier ainda agradeceu os profissionais de saúde, através do Serviço Nacional de Saúde (NHS), que estão lutando contra o coronavírus por todo o país, e aos mais de 600 mil voluntários que se dispuseram a atuar no combate à pandemia.

Aprenda a investir na bolsa

“Nós vamos superar isso. Aplicando as medidas que todos estamos ouvindo muito sobre isso. É preciso que todos compreendam que o quanto mais rápido aplicarmos essas medidas, mais rápido nós vamos derrotar isso, mas rápido nosso país vencerá essa epidemia e voltaremos à vida normal”, disse ainda.

“Obrigado a todos que estão fazendo o que estou fazendo, trabalhando de casa, para parar a disseminação do vírus de casa para casa. Essa é a maneira que vamos vencer. Nós vamos vencer isso e vamos vencer juntos. Fique em casa, proteja a NHS e salve vidas?, finalizou.

Apesar de, no início da pandemia, o governo de Johnson ter adotado uma postura de deixar o vírus circular, para imunizar a população, na última semana, houve uma mudança drástica na postura, seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS). O país vive agora em um isolamento obrigatório, para evitar a disseminação do Sars-CoV-2.

Até o momento, são 11.813 casos no Reino Unido com 578 mortes confirmadas, de acordo com o Centro John Hopkins.

Aprendizados em tempos de crise: uma série especial do Stock Pickers com as lições dos principais nomes do mercado de ações. Assista – é de graça!