Em meio à alta dos preços

Bolsonaro diz que 750 mil caminhoneiros receberão ajuda para compensar alta do diesel

“Fazemos isso porque é através deles que os alimentos chegam nos quatro cantos do país”, apontou o presidente. 

Por  Equipe InfoMoney -

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que em torno de 750 mil caminhoneiros receberão uma ajuda para compensar o aumento do preço do diesel.

Em discurso durante evento no interior de Pernambuco, Bolsonaro não deu detalhes da medida, dizendo apenas que vai atender aos caminhoneiros autônomos.

“Fazemos isso porque é através deles que os alimentos chegam nos quatro cantos do país”, apontou o presidente.

A novidade vem em um momento de preocupação entre economistas e agentes do mercado com a situação fiscal brasileira e de alta no preço dos combustíveis, um dos vilões da inflação.

O problema tem grande impacto sobre os caminhoneiros, uma das bases de apoio de Bolsonaro. O presidente tem enfrentando dificuldades em baixar o valor dos derivados de petróleo e jogado o problema no colo do ICMS cobrado por governadores e prefeitos.

Durante o evento desta quinta, Bolsonaro repetiu que o Auxílio Brasil será de R$ 400 “para todo mundo, sem exceção”.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

Compartilhe