Boletim Focus: projeções para inflação e Selic em 2024 sobem e a do PIB cai

Estimativa do IPCA para este ano subiu de 3,76% para 3,80% e a previsão para a inflação de 2025 avançou de 3,66% para 3,74%; projeção para a Selic avançou dos 9,75% para 10% e ado PIB caiu de 2,09% para 2,05%

Roberto de Lira

Sede do BC, em Brasília (Foto: Adriano Machado/Reuters)

Publicidade

As projeções dos analistas para a inflação e para a taxa Selic em 2024 subiram, enquanto as estimativas para a evolução do PIB caíram nesta semana, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (20) pelo Relatório Focus do Banco Central.

Baixe uma lista de 11 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Inflação

A estimativa do IPCA para este ano subiu de 3,76% para 3,80%, enquanto a previsão para a inflação de 2025 avançou, de 3,66% para 3,74%. A projeção para 2026 continua em 3,50%, nível igual ao dos últimos 46 boletins Focus, a mesma taxa de variação esperada para a inflação de 2027.

Continua depois da publicidade

PIB

Para o produto interno bruto (PIB), a mediana das projeções de 2024 caiu de 2,09% para 2,05%. A previsão para 2025 continuou em 2,0% pela 23ª semana seguida e a de 2026 está em 2,0% há 41 semanas em sequência. A estimativa também está em 2,0% para 2027, há 43 semanas.

Selic

A projeção para a taxa básica de juros (Selic) avançou dos 9,75% da semana passada para 10%, enquanto a previsão para 2025 permaneceu em 9,0%. A projeção para 2026 também continuou em 9,0%. Mas a taxa esperada para 2027 avançou de 8,63% para 9,0%.

Câmbio

A mediana das projeções para o dólar em 2024 subiu de R$ 5,00 para R$ 5,04. As estimativas se mantiveram no restante do horizonte da pesquisa: ficaram em R$ 5,05 para 2025 e em R$ 5,10 em 2026. Para 2027, continuaram em R$ 5,10.

Continua depois da publicidade

Resultado primário

A projeção para o resultado primário em 2024 piorou nesta semana, passando de um déficit de -0,64% do PIB para -0,70% do PIB, enquanto a estimativa para 2025 passu de -0,60% do PIB para -0,63% do PIB. Para 2026, a estimativa se manteve em -0,50% do PIB. Já para 2027, a previsão piorou um pouco, passando de um déficit de -0,20% do PIB para -0,30% do PIB.

Dívida pública

Para a dívida líquida do setor público, a projeção para 2024 caiu de 63,90% do PIB para 63,80% do PIB, mas continuou nos mesmos 66,50% do PIB em 2025. Para 2026, subiu de 68,00% do PIB para  68,15% do PIB. A dívida prevista para 2027 permaneceu em 69,90% do PIB.

Balança comercial

As projeções para a balança comercial brasileira voltaram a melhorar em todo o universo da pesquisa. A estimativa de 2024 avançou de US$ 80,0 bilhões para US$ 82 bilhões, enquanto o saldo positivo estimado para 2025 subiu de US$ 76,15 bilhões para US$ 76,30 bilhões na semana. Para 2026, a projeção avançou de US$ 78,0 bilhões para US$ 80 bilhões, quanto em 2027 subiu de US$ 76 bilhões para US$ 85 bilhões.